Destaques Empresariais

Corrupção e Crise – Brasil 2015

Posted on: 09/02/2015

por Júlio César Zanluca – contabilista e coordenador do site Portal Tributário

Estamos assistindo a uma das mais graves crises econômicas, institucionais e morais do Brasil de décadas.

A corrupção é tema diário, dando conta que falcatruas sangraram a principal empresa do País, a Petrobrás, em bilhões de reais, indo o dinheiro parar na conta de espertalhões e para financiamento de campanhas eleitorais do partido que “governa” o Brasil desde 2003.

Com dólar em alta, juros nas alturas, inflação em disparada e queda na renda do brasileiro, as empresas vivem fases de contenção de custos, cortes de pessoal, férias coletivas e até de encerramento de negócios. A disposição para investir, neste cenário, é zero.

Não bastassem tais agruras, os governos federal, estaduais e municipais derramam um dilúvio de aumentos de tributos sobre a população e sobre a produção. A tabela do IRF não sofreu qualquer reajuste em 2015, retirando renda do trabalhador. Além disso, aumento tarifário absurdo da energia e outras tarifas (como transporte público), racionamento de água, colapso na educação, caos nas repartições e serviços públicos sem níveis sem precedentes. Um estado falido, apesar de consumir quase 40% da renda nacional!

Onde estão os sindicatos patronais e laborais, para protestar contra tudo isto e exigir imediatas alterações nos rumos da condução deste país? Onde estão as lideranças setoriais e os jovens dos movimentos de junho/2013? Ou todos estão pensando apenas no carnaval que se aproxima? Esta última é minha impressão sobre a reação dos brasileiros diante do grave quadro institucional do momento.

Os otimistas alardeiam que tudo melhorará no 2º semestre. Os realistas afirmam que o Brasil e os brasileiros terão que enfrentar, como a Grécia de hoje, os anos teimosos de farra do dinheiro público e má gestão das finanças empreendidas pelos “governos” populares e incrivelmente medíocres na gestão de recursos que se instalaram no país.

Meu recado para os empresários é que pressionem seus sindicatos e agitem a bandeira da desoneração tributária, da simplificação das burocracias e entraves aos negócios, da menor ingerência de órgãos públicos em negócios privados e na primazia da liberdade econômica, para possibilitar o retorno dos investimentos.

O Brasil está doente e precisa de remédios amargos e caros: urgente reforma tributária, política, social. Cortes nos gastos públicos, redução de juros, da máquina e da dívida governamental, incentivo ao empreendedorismo e combate intensivo ao desperdício, corrupção e ineficiência da máquina pública.

Palavras que andam fora de moda terão que voltar, forçosamente, ao nosso vocabulário: inovação, produtividade, motivação, trabalho, esforço, investimento, eficiência, educação de qualidade, longo prazo, simplificação.

É forçoso admitir: chegou a conta – e quem a pagará somos todos nós – milhões de empreendedores e trabalhadores. Governos não pagam a conta, apenas a empurram para os cidadãos!

9 Respostas to "Corrupção e Crise – Brasil 2015"

Pura verdade o povo quiz assim esses dois ladraos DILMA E LULA agora é tarde e em 2018 coloca esse tal lula de novo um Metalurgico que vrou milionario da noite pro dia.

O artigo coloca o dedo na ferida inflamada. Infelizmente nós, os brasileiros, somos muito cômodos, esperamos sempre que o outro tome uma iniciativa. O que falta é consciência política, é saber que não existe nação sem o seu povo. A voz do povo deve ser ouvida, pois é esse povo que sustenta o país com o trabalho, trabalho este que é tributado, tributo este que deve ser investido para o bem comum, mas que no caso do Brasil é mal gerenciado. Nós temos o direito e o dever de participar das decisões sobre as aplicações destes recursos, que é a nossa riqueza. Riqueza maior é a nossa democracia, que não pode existir se as reivindicações do povo não forem consideradas.

Parabéns pela clareza e espírito de liberdade de expressão com consciência e profissionalismo……

Que Deus nos abençoe….

Eng. Américo – empresário

Concordo com tudo que foi escrito. Já foi a hora de dar um basta nessa situação.
Um abraço tem todo o meu apoio.

Parabéns Júlio! É lamentável, a omissão dos brasileiros, deixando que dois partidos políticos de merda (PT e PMDB) destrua o Brasil dessa maneira. Lá se vai a Petrobras, BNDES e o plano real. Plano real, criado sem choques e traumas para com os brasileiros, moeda forte, que o PT/PMDB, faz questão de destruir.

Concordo plenamente e teria muito mais a acrescentar sobre as formas de apear esses canalhas usurpadores de governo, porém, não o farei nesta oportunidade para não me alongar demasiadamente.
O senhor citou alguns termos fora de moda, eu cito alguns que foram excluídos: honestidade, dignidade, honradez, vergonha na cara, moralidade, ética, família, liberdade, democracia, etc.

Um vicio que precisa ser erradicado,Comenta-se que é cultural,Nada disso,simplesmente absurdo.Deveriam ressarcir os cofres públicos, Dormir no xilindró é pouco, óleo de peroba pro cupim não corroer a cara de pau.

O povo brasileiro gosta de sofrer. O bloco da Preta Gil teve 2.000.000 de pessoas, as passeatas gays colocam + 500.000 pessoas nas ruas, já uma manifestação contra toda essa corrupção sem freios vão míseras 2 mil pessoas. Povo alienado e punição branda favorecem os corruptos e corruptores.

Que vergonha,no Brasil está cheio de cupim desde de foi descoberto, lembro muito bem quando estudei a historia brasil colonia,até então continua os cupim.Temos que descobrir um meio de acabar com esse mau.Gimo cupim neles,será que é a solução?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: